Tatuagem de Cobra

Tanto países orientais quanto ocidentais adotam desenhos de Tatuagem de Cobra, dado que a Cobra aparece frequentemente nas mitologias e lendas na maioria das culturas do mundo. Um dos símbolos mais velhos da humanidade, a imagem da Cobra é encontrada muito antes do advento da escrita. Dependendo da cultura, clima e religião, a Cobra tem sido vista como uma aliada ou inimiga, uma força ora positiva, ora negativa. O formato fálico da cobra a consagrou há muito como símbolo de fertilidade. Por outro lado, a difusão generalizada de Cobras Venenosas fez o homem desenvolver um saudável respeito pelo poder da Cobra (literalmente, poder de vida e poder de morte). Em muitas mitologias, o veneno e a mordida (ou picada) são representações de vida ou morte. Esta dualidade faz com que a cobra seja normalmente associada a símbolos do submundo ou das profundezas.

A Tatuagem de Cobra

Um dos motivos de as Cobras serem tão populares como desenhos de Tatuagem por mais de séculos é sua habilidade de serem combinadas com outros símbolos e a facilidade com a qual o artista tatuador pode usar o formato fluído e dinâmico da Cobra para enfatizar as linhas estéticas do corpo humano. Diz-se que é muito sexy uma cobra enrolada no braço, na coxa ou cobrindo o ombro os seios. Por causa desse apelo sexy, trata-se de um estilo adotado tanto por homens quanto por mulheres.

Significado da Tatuagem de Cobra

Como um design de Tatuagem, a Cobra simboliza poder, natural e sobrenatural, fertilidade, regeneração e sabedoria. Especialmente no ocidente, a Cobra representa tentação e o poder sexual feminino. Adão e Eva e a Cobra no Jardim do Éden não estão muito distantes, no imaginário popular.

O conceito de cobra como um símbolo de sabedoria e conhecimento remonta um tempo remoto. Lendas das civilizações mais antigas associam cobras ou serpentes com a criação dos planetas. De fato, o mito do Ouroboros que nasceu em 1600 A.C. no Egito, narra uma enorme serpente devorando sua própria cauda, sobrevivendo ao devorar-se a si mesma e simbolizando um ciclo de renovação eterno. Esta ideia de um ciclo infinito é um eco do conceito de criação e da eternidade.

Na mitologia grega, a serpente estava associada com a deusa da Lua. Como um símbolo feminino, traz sabedoria à humanidade, enquanto em outras culturas foi retratada como deusa dos mistérios, do nascimento e da morte.

Na Índia, cultos à Cobra a adoravam como deusa da fertilidade e da profecia. Na Yoga, a energia da serpente rasteja a partir da base da espinha, pronta para emergir do centro sexual a serviço da consciência superior.

Nas Américas, há muitos mitos que dizem que há Homens Cobras vivendo no mundo subterrâneo, para cumprir dois papéis: proteger o próximo mundo e ajudar humanos que estão vivendo no mundo atual.

Um par de Cobras pode ser encontrado no símbolo usado pelos profissionais da medicina. Este ícone nasceu por causa da mitologia grega, devido ao deus Asclépio – o deus da medicina.

O zodíaco chinês inclui a Cobra como um dos doze signos animais. Os que nascem sob este signo são fadados à riqueza de sabedoria, charme, intuição e romantismo, mas também, são inclinados à preguiça e vaidade.

É fascinante a habilidade da Cobra de trocar de pele, um truque que dá a ela a associação ao renascimento e imortalidade. Para os antigos Astecas, havia a Serpente Plumada, a quem adoravam como “O Mestre da Vida”. Na África, a Píton-Africana é considerada sagrada e para os Aborígenes Australianos são adoradas como símbolo da criação. Já na Bíblia, no Velho Testamento, a Serpente é escorraçada do paraíso e amaldiçoada, ganhando reputação de traiçoeira e um eterno problema para a humanidade.

Fotos de Tatuagem de Cobra

Comentar